Tags

, , ,

Lembra quando eu falei aqui que levei um susto no dia que descobri que a Marina sabia amarrar o cadarço do tênis? A mesma coisa aconteceu com as rodinhas da bike. Ela simplesmente saiu andando. No primeiro dia demorou um pouquinho para aprender a “arrancar”. O Pedro foi super companheiro e resolveu dar uma força, explicando a técnica de sair do lugar. Quando a Marina disse que “era impossível”, ele respondeu: “Nina, impossível só voar”.  Fiquei emocionada quando ouvi isso. Foi o suficiente para ela tentar de novo e sair pedalando!

Anúncios