Tags

,

No dia 8 de abril rolou uma blogagem coletiva sobre o tema Maternidade Real. Acabei lendo vários dos posts para escolher alguns para o próximo catálogo da Capitollium de Dia das Mães e acabei pensando muito no assunto. Ok, eu sei, mãe não é mulher-maravilha, a gente faz o que faz porque escolheu fazer, tem mães que fazem muito mais e pais que fazem mais que mães. Mas, como a ideia é falar do que a gente entende por ser uma mãe de verdade, do nosso tempo, aqui vão algumas divagações:

Mãe erra e acerta, às vezes simultaneamente. Sente culpa, medo e remorso. Briga e se arrepende. Não compra aquela bota nova que tanto precisa mas não resiste diante da liquidação infantil da Zara, esquece de conferir a lição de casa, do aniversário da amiga na escola, da lancheira em casa, de cortar a unha e de limpar a orelha, de escovar os dentes (das crianças), esquece (ops) que não é pra dar suco de caixinha. Aliás, mãe fica mais de um ano sem levar no dentista. Finge que não viu o cabelo despenteado só pra não travar outra batalha 2 minutos antes de correr para a aula.

Mãe grita na hora do almoço querendo que essa seja a hora mais harmoniosa do dia (os especialistas recomendam), mãe pega no sono na cama da filha depois de tentar sem êxito fazer com que ela durma sozinha. Mãe até promete que vai dar um Wii se a filha dormir 100 noites seguidas sozinha – e contabiliza as que ela não conseguiu, só porque sabe que a culpa (culpa?) foi sua.

Mãe vomita durante a gravidez, faz cesárea (duas), dá chupeta, compra fraldas descartáveis, não dá comidinhas orgânicas e adora brinquedos barulhentos com pilha e luzes que piscam. Mas gosta também dos de madeira e das bonecas de pano. E gosta de Barbie. Mãe deixa as crianças com a babá, se a babá não pode deixa com a vó, se a vó não pode deixa com uma amiga.

Mãe fica de mau humor e desconta no pai, mãe fala besteira, deixa escapar palavrão, se atrapalha nas explicações. Mãe culpa os filhas por não fazer ginástica, pela falta de tempo, mas também se culpa quando não almoça em casa ou quando sai antes das meninas acordarem. Se culpa até quando chega mais tarde porque parou no caminho de casa para fazer as unhas. A unhas!!!! Mãe bebe e fica de ressaca e jura que não vai mais beber dia de semana mas bebe de novo. Mãe não leva a filha mais nova no restaurante porque não quer passar vergonha correndo entre as mesas para evitar que a pequena esbarre num garçom, entre no banheiro masculino ou fuja do recinto.

Mãe faz um monte de besteira. Mas ama que nem louca.

Anúncios