O casal já tem uma filha de oito anos, que colocou sem dramas nem traumas na pré-escola mais fofa do mundo (o blog é meu, a opinião é minha), depois bem seguros de si, matriculam no ensino fundamental mais bem fundamentado da cidade e pronto, com a filha número 2 vai ser mole. Certo? Errado. Acontece que estamos vivendo um dilema nestes últimos dias (meses). Chegou a hora de matricular a caçula? A escola já encontramos. Levei a pequena feliz da vida pra conhecer a brinquedoteca (que funciona pela manhã, quantos dias por semana quiser) e deu tudo certo (exceto pelo fato que nenhum dos coleguinhas apareceu e ela teve uma escola vazia e uma professora inteira, só pra ela). E agora, matriculamos na escola regular ou levamos só uma vez por semana pra brincar? Damos as contas pra babá e perdemos nossas raras (mas muito necessárias) saídas noturnas? Deixamos a baixinha crescer ou mantemos ela bebezinha por mais tempo? Não era mais fácil no segundo filho?

Anúncios